Roupas-para-cada-fase-do-Bebe

 

Como escolher a roupa certa para cada fase do seu Bebê

Na hora de comprar roupas para bebês não faltam opções de modelos e tecidos, contudo, vale conferir qual tipo oferece maior conforto e segurança em cada uma das idades da criança.

 

Roupinhas de bebê sempre são um mimo, dentre modelos cheios de estilo e fofura, muitas mães se encantam tanto, que acabam não prestando atenção em alguns detalhes importantes que oferecerão mais conforto para seus pequenos.

 

Bebês perdem roupas com grande facilidade, usam poucas vezes e quando nos damos conta, já não servem mais. Por isso, é importante priorizar a comodidade e praticidade que sua vestimenta oferecerá, dado que, a cada etapa do crescimento isso vem a se modificar.

 

Considerar alguns pontos antes de compras as blusinhas, bodies, macacões, etc., fazem toda a diferença, não apenas para o aconchego da criança, mas também nos cuidados do dia-a-dia, como troca de fraldas,  idem sua segurança. Confira abaixo como escolher cada uma destas peças:


Recém-nascidos aos 3 meses

Neste estagio, a pele dos nenéns são muito fininhas, e suscetíveis a alergias e irritações, por esta razão, dê preferência a tecidos 100% algodão, de fibras naturais, pima cotton, e malhas, sempre levinhos e macios, evitando materiais sintéticos e felpudos.

 

Vista-os com roupas de modelagem mais soltinhas, sem enfeites e adereços, golas justas, botões salientes, ou zíperes, visto que podem atrapalhar as trocas de fraudas, ao mesmo tempo que incomodas ao tirar e color, principalmente quando a criança estiver deitada.

 

As peças mais simples são as mais indicadas pelos pediatras, especialmente as que possuem botões de pressão e velcro que, igualmente são lindas e apaixonantes.


Dos 4 aos 6 meses

Com esta idade, os pequeninos começam a se movimentar mais, apesar de ainda não terem coordenação e estabilidade, e ainda quando já começam a ficar sentadinhos, a melhor recomendação permanece sendo as roupas com cortes mais folgados, pois isso os permitirá se mexerem sem que suas vestes se tornem motivo de desconforto.

 

Por outro lado, alguns modelos são realmente irresistíveis, têm este e aquele detalhe, ou são confeccionados com um outro tipo de tecido que pode ser um pouco desagradável no corpinho e, nestes casos, coloque-as apenas em eventos especiais.


Dos 7 meses a 1 ano

Aqui eles já engatinham, sentam, e dão seus primeiros passinhos, e a regra das roupinhas para bebê mais soltas e confeccionadas de um material macio permanece.

 

Tenha em mente que, as crianças precisam de liberdade para movimentarem-se e, além disto, nesta idade há muitas quedas, o que se torna mais uma razão para peças que os facilite brincar.

 

Já que cair acaba sendo algo bem recorrente quando as crianças chegam nesta fase, procure as vestir cobrindo os joelhos, como calças e macacões (no verão, de tecidos finos). Outra boa dica, são as meias com bolinhas antiaderente na parte inferior, que diminuem os atritos e, assim também as quedas.


Dos 2 aos 3 anos

Mais crescidinhos, se tornam mais dinâmicos, e suas roupas devem estar de acordo e oferecer praticidade a isso, mas as mães agora, sem exageros, podem em algumas ocasiões usar certas peças com mais detalhes.

 

Dos 2 aos 3 anos é comum que meninos e meninas passem a gostar de estampas coloridas e especialmente, as com personagens. As fantasias idem se tornam um dos tipos de vestimentas favoritas, mas vale ainda considerar o ajuste no corpo ou se existe algo que possa incomodar ou causar alergias.

 

É muito importante dar atenção não apenas a beleza, mas da mesma maneira, a qualidade, acabamento, idem tamanho adequado das roupas para bebê que irá comprar. E, com a diversidade que hoje existe no mercado, seu filho pode sim vestir-se de forma que tenha total conforto, e ainda fique cheio de graça e fofura.